sábado, 22 de Novembro de 2014

parvoíces e outras considerações



Ando com aquela sensação de que ainda é cedo para as decorações de Natal mas, ao mesmo tempo, já me apetece abrir as caixas e começar a espalhá-las pela casa. Estava a resistir estoicamente até encontrar um grinalda de luzinhas led e inventar para mim própria a justificação de que isto não conta propriamente como uma decoração natalícia, é só iluminação extra. O marido diz que aprova se este ano toda a decoração de Natal cá em casa se resumir a isto. Coitado, até parece que não me conhece!


mais mudanças sem mudar de casa



Uma boa manhã de ginástica pode ser a consequência das arrumações de sábado. Troquei estantes e móveis de sítio, fiz experiências, transferi parte dos livros, trouxe a mesa e as plantas da varanda para dentro de casa, cansei-me a sério. Sem pagar ginásio, sem ter de sair à rua e com o bónus de, no final, ter uma "casa nova". Faz bem, sabe bem e ainda aquece!


quinta-feira, 20 de Novembro de 2014

mudanças NA casa em vez de mudanças DE casa



Dias escuros, tempo que não estica, chuva que não pára e outras tantas coisas que não podemos mudar, dão-me vontade de mudar todas as outras que estão ao meu alcance.

Umas mudanças são maiores, outras mais irrelevantes. No capítulo das irrelevantes, troquei (novamente) o tecido das portas e gavetas do armário rústico da sala. Estava farta do anterior tecido vermelho e, apesar desta não ser uma solução a longo termo, as cores claras animam-me. Além disso, acho que a combinação preto/branco continua intemporal.

A lagartixa é a do Festival Bons Sons


quarta-feira, 19 de Novembro de 2014

grinalda de folhas de Outono em papel



Não vos disse que cada vez gosto mais de papeis e recortes?

Para uma grinalda de folhas outonais:

Escolher papeis coloridos onde imprimir contornos de folhas (pode fazer-se o download aqui), recortá-las e depois prendê-las com um fio e agulha. Claro que a minha ficou muito menos bonita que a ideia que a inspirou mas, acreditem, recortar as folhas dá um trabalhão e ao fim de algumas vão fartar-se. Talvez facilite terem mais mãos a ajudar... ou usarem folhas verdadeiras!

Experimentem aí por casa, é uma decoração de Outono engraçada e muito fácil de fazer.



terça-feira, 18 de Novembro de 2014

cortar papel como arte


Giochi di Carta, by Silvia Raga

É muito frequente encantar-me com cadernos, livros, blocos e papeis em geral. É incrível o que podemos fazer com uma simples folha de papel. As opções são ilimitadas! Através da arte do origami (ori=dobrar + gami=papel) podemos passar às 3 dimensões e criar quase tudo, com um lápis de carvão podem nascer os desenhos que quisermos, com cores podemos transformar completamente a folha e com um bom instrumento de corte há outra vida que se revela no papel. Gosto de papel de todas as formas mas tenho vindo a descobrir e a interessar-me cada vez mais pela arte de cortar. Este ano, quero decorar as janelas de casa com papéis e tenho andado a inspirar-me. Achei que devia partilhar convosco, era bom demais para guardar só para mim.

domingo, 16 de Novembro de 2014

continuo no "corta e cose"






Sacos e saquinhos. Para recolherem o lixo que se faz no carro e que tantas vezes acaba espalhado por onde não devia (ou para aquilo que der mais jeito). Plastificados só por dentro ou por dentro e por fora mas práticos e fáceis de limpar ou lavar. Femininos, masculinos, infantis... tenho experimentado um pouco de tudo e, por mim, ficava com todos!

sexta-feira, 14 de Novembro de 2014

sazonalidades






E o frio está a aí! Algum frio pelo menos. E chuva, temporais, vendavais, filas de trânsito, acidentes, inundações, o horário de inverno, sair de casa de noite e regressar de noite, dores de garganta, narizes entupidos, apanhar molhas, ter de andar com montes de casacos atrás, demorar o dobro do tempo para fazer o mesmo percurso...

Posso esconder-me em casa e esperar que isto passe?

É sempre uma emoção quando esta altura do ano chega. Por mim, era trancarmo-nos em casa a fazer bolos, beber chás de especiarias, ler, dormir muito e fazer crochet até a Primavera regressar! Já ouvi propostas piores a serem discutidas na Assembleia da República.

quinta-feira, 13 de Novembro de 2014

FAZER é mais do que VER FAZER


Desde que descobri e uso o Pinterest, fui-me apercebendo da quantidade absurda de tempo que é possível desperdiçarmos a ver e arquivar um sem número de ideias muito interessantes, em vez de aplicarmos uma única sequer. À medida que me fui apercebendo disso, fui-me também disciplinando para equilibrar a balança entre o deslumbramento e a produtividadeComecei, a pouco e pouco, a tirar parte do tempo para colocar algumas das ideias em prática. Já são muitas as ideias que consegui implementar entretanto e tenho vindo a sentir alguma vontade de me organizar para registar os "resultados finais" a par do pin que os inspirou. É uma forma útil de reforçar aquelas que são efectivamente propostas exequíveis e ajudar outros a descartarem as que são muito bonitas na teoria mas cuja prática conta uma história diferente. Hoje descobri que existem sítios hilariantes como o Pinterest Fail ou listas bonitas como 20 People Who Tried Things on Pinterest and Totally NAILED IT. Não é maravilhoso? Vou ter de fazer a minha lista! Alguém mais tem experiências destas para partilhar?

terça-feira, 11 de Novembro de 2014

os individuais mais giros do planeta são meus





Há uns meses atrás, a Val do L'Avion Rose partilhou fotografias de uns individuais lindos que fez para oferecer a algumas pessoas da família. As combinações de cores e padrões eram do mais giro que se possa imaginar - como é habitual em quase tudo o que sai das mãos criativas da Val (vão confirmar!) - e resolvi perguntar-lhe se a podia copiar.

Ora a Val, como tenho vindo a confirmar, para além de ser uma criativa fora de série, uma mãe de mão cheia e uma artesã talentosa a recuperar móveis e a dar vida a espaços com história, é um coração generoso. 

No final da sexta-feira passada, a porteira veio entregar-nos uma encomenda que chegou durante o dia e fiquei de sorriso rasgado a olhar para o que trazia lá dentro embrulhadinho em carinho. Só vos posso assegurar que sou a orgulhosa proprietária dos individuais mais giros do planeta! São ou não são?!

Obrigada querida Val! Prometo tratá-los bem. :)


segunda-feira, 10 de Novembro de 2014

pão em saco de pano






Não vos tinha dito que comprei outras chitas quando andei a passear por Alcobaça? Isso mesmo. Esta é outra delas. A minha preferida.

Gosto muito de pão, de bom pão. Se pudesse fazia em casa todo o pão que consumimos. Como é uma tarefa demorada, acabo por comprar muitas vezes pão fresco fora de casa e congelá-lo fatiado para depois ir torrando ao pequeno almoço e saber sempre a acabadinho de cozer. O pão que guardo para consumir a curto prazo fica em clássicas sacas de pano, a melhor forma de se conservar isolado mas respirar e manter as propriedades por mais tempo.

Fiz esta saca do pão para a minha amiga Rita e acho que, inevitavelmente, lhe vai levar alegria à cozinha. Não conseguia olhar para este tecido e ver outra coisa, parecia que estava a pedir isto! A implorar para ser uma saca de pão colorida!

Boa semana!

quarta-feira, 5 de Novembro de 2014

Itália é pasta!





Itália à mesa é... massa! Itália à mesa é molho de tomate e cogumelos feito em casa. Itália à mesa é... manjericão! Itália à mesa é... orégãos! É um bom vinho a acompanhar! É .

Itália à mesa é quase tão bom como Portugal à mesa.

terça-feira, 4 de Novembro de 2014

amigos bonitos



A Selma é uma pessoa muito especial e uma fotografa talentosa, em grande medida porque vê o mundo mais através do coração do que dos olhos. A Selma faz hoje anos e é ela quem nos oferece o presente. A Selma é assim!

porta-moedas - versão "assim, sim!"




Estes porta-moedas em lã sim, bem mais fáceis de executar que os de tecido - e cumprem a mesma função.

Não sou fã de cores lúgubres - como o preto e os roxos ou lilaz - mas, neste caso, achei que esta cor ficava perfeita com a do fecho metálico. Ambas nos remetem para outra época e o pequeno e simples porta-moedas adquire um ar ligeiramente requintado.

Acho que é este que fica para mim!


segunda-feira, 3 de Novembro de 2014

Síndrome de segunda-feira



Não me agrada nada ser uma pessoa insatisfeita. Agasta-me ainda mais por estarmos em Novembro, o mês em que pensamos mais demoradamente em todas as razões que temos para sermos agradecidos. A verdade é que, mesmo depois da pintura, fica a faltar mudar tanta coisa na nossa casa! E nesta altura do ano apetece descansar, aninharmo-nos um bocadinho mais... mas eu não consigo aninhar-me numa casa de que ainda não gosto. Para além da sala de geometria irregular e chão escuro, continuamos com móveis de cor questionável por todo o lado e temos uma casa de banho azul! Talvez seja só implicação minha por ser segunda-feira.

Se pensar nos reais problemas do mundo, isto torna-se tudo imediatamente ridículo e irrelevante.

Apetece-me tanto ter uma varinha mágica!



domingo, 2 de Novembro de 2014

porta-moedas - 1... 2... experiência...





Uma colega pediu-me um destes porta-moedas. Raramente digo que não a uma coisa nova e apeteceu-me logo experimentar fazê-lo. Usei tecidos que tinha em casa e não foram comprados especificamente para o efeito, mas acho que a mistura até correu bem. 

Se formos perfeccionistas e quisermos que fique bonito e resistente, grande parte tem mesmo de ser cosida à mão. Demora tempo e exige paciência. Ou seja, a menos que o queiramos com um tecido muito específico ou façamos questão de oferecer um porta-moedas feito por nós, não compensa o trabalho que dá. Ainda assim, fiquei com alguma vontade de fazer um também para mim!




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...