segunda-feira, 19 de maio de 2014

quem sai aos seus



A minha avó materna era como eu (aliás, eu é que sou como ela!), não conseguia deitar fora restos de lãs ou retalhos de tecido e guardava tudo. Quando os restinhos de fios e mini novelos guardados por todo o lado em sacos e caixinhas começavam a ser demasiados, inventava formas de os usar mesmo que não soubesse muito bem o que ia sair dali ou para que serviriam os produtos finais. Herdei essas manias mas, por causa delas, acabei por herdar também vários círculos, quadrados e rectângulos coloridos em crochet (os da fotografia são alguns deles).

Estou a pensar uni-los assim, de forma irregular, para criar um "corredor de mesa" ou runner pouco simétrico. Claro que também podem ficar como estão e servir de napperons... mas quem é que precisa de tantos? E almofadas? :/ Outra opção, é forrá-los e nunca mais voltar a precisar de pegas de cozinha até ao virar do século. Não os aproveitar é que está fora de questão, gritam todos os genes da avó em mim!

4 comentários:

MaçãPipoca disse...

Olá! A ideia de os unir de forma irregular parece-me bastante interessante e original! Também gosto muito de napperons e crochet e não consigo deitar restinhos de linhas/lãs fora. Tenho um frasquinho cheio de pedacinhos de linha cortada resultante de remates de trabalhos. E sei que hão-de servir para alguma coisa ;)
Beijinhos
Boa semana =)

Val disse...

Olá Raquel,
A ideia do runner é excelente. Com essas cores todas tão alegres, vai resultar num caminho original e único para a sua mesa de madeira. Bj

Raquel disse...

São lindos! Voto no runner.

iwantobakefree disse...

Que lindos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...