terça-feira, 3 de setembro de 2013

Mercado do Funchal - Madeira (parte III)








Pelo que me pareceu, o Mercado do Funchal é da praxe, é um daqueles sítios clássicos que são recomendados a todos os turistas. Não é, assim sendo, um achado meu nem a descoberta da pólvora, mas continua a ser um sítio que vale mesmo muito a pena. É bonito, colorido, característico, popular, cheio de gente simpática, vendedores calorosos como só os madeirenses sabem ser e onde ainda podem aprender muitas coisas novas. Eu aprendi o nome de algumas plantas, comprei ramos de malaguetas, experimentei chapéus, provei frutos que desconhecia, e até descobri que algumas ervas que já conhecia afinal dão óptimas infusões. O Mercado do Funchal é obrigatório.

5 comentários:

Kelle disse...

Ahhh, o Mercado dos Lavradores, é mesmo obrigatório visitar!

Ana Rute Oliveira Cavaco disse...

tb lá estive, curiosamente no último dia, a fazer tempo antes do voo.

Val disse...

Tenho vindo a conhecer a Madeira, através da sua lente. Que belas imagens, mas estas do mercado são deslumbrantes. A variedade e beleza das frutas, e a quantidade de flores são impressionantes. Não imaginava que houvesse um mercado assim, quase um souk.Obrigada pela partilha.
E respondendo: é a Estrela Raquel, não somos vizinhas mas ambas moramos em bairros bem interessantes!

Raquel Úria disse...

Gostei mesmo do Mercado!

Val, não fotografei mas havia uma zona mesmo só com flores, bolbos, enxertos, sementes, árvores... o Mercado é relativamente pequeno em área mas é muito interessante e rico.

nobody listening disse...

achei espectacular ... e as fotos? ainda não conheço mas fiquei a pensar o mesmo: é obrigatório!!! lindo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...