domingo, 4 de novembro de 2012

glup!


papá, tia/madrinha Teresa, tio Tó, mamã, mano e eu
(em frente à mesma igreja onde, há 9 anos, casei)

Tenho algumas fotografias perto da minha secretária, em casa. Umas em molduras e outras no quadro magnético ou coladas na parede. Há momentos, dei por mim a olhar para esta e a fazer contas. Deve ter cerca de 30 anos. 30 ANOS! Sabem a sensação de aperto que se sente quando se chega a conclusões destas? Aquele instante em que pensamos: "Mas 30 como? Se eu ainda nem tenho 20!?" e depois caímos na realidade. E não é que envelhecer em si me assuste (acontece a todos, sorry!), mas não controlo o calafrio que sinto quando me dou conta do passar do tempo, do quanto já vivi, da rapidez com que passou e de tudo o que ainda quero fazer. Desculpem o post semi-deprimente, os dias escuros e chuvosos dão-me para isto. Mas reparem como o vestido da minha tia já era tão giro e atual!

9 comentários:

R. disse...

So lovely ;)

Raquel disse...

Eu cá achei a tua mamã muito gira e moderna.

Ana Nunes disse...

estão é todos muita giraços!!

Débora disse...

A fotografia está mesmo gira :)
Ainda não cheguei aos trinta, mas acontece-me isso muitas vezes... parece que parei ali nos 20-22 e depois... "ups! afinal são mais alguns..."

(o que eu gosto mesmo é do teu vestido!! lindo!)

Nani disse...

Gosto destes tesourinhos! ;) Às vezes assusta um bocadinho. Daqui a uns 10 (a nossa diferença) voltamos a falar. :p

Anónimo disse...

Tinham um ar bem feliz.

erva doce

Inês disse...

Pois, eu tenho um medo de envelhecer, desde pequena que me atormento com esse pensamento.
Essas fotos são tão giras, é tão bom relembrarmos esses marcos na nossa vida!

Ana Rute Oliveira Cavaco disse...

:)
adoro o ar das criancinhas. o teu irmão medita a olhar para o chão, tu assobias para o ar.

Selma Tabita disse...

Deliciosa esta fotografia. Todos lindos e bem-dispostos! =)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...