segunda-feira, 28 de maio de 2012

luz! muita luz!



Não é uma sala enorme com janelas grandes ou modernas. Não é mobiliário caríssimo. Não são grandes lustres nem longos cortinados e toalhas. Não é nenhum sofá gigante nem almofadas com tecidos coloridos. Não são tapetes felpudos. É uma sala branca invadida pela luz do sol, esse maravilhoso luxo gratuito. O titulo deste post era para ser "deslumbro-me com pouco" mas depois de escrever isto percebi que não é pouco, é muito. A luz nunca é pouco.

5 comentários:

R. disse...

Gosto muito!

Anónimo disse...

a minha cara...muito clean

erva doce

Nani disse...

Mas não é uma sala. É um canto com uma mesa de jantar. Quanto à luz gosto, mas pode ser quente demais no verão por exemplo. Mas percebo-te! ;)

Alexandra Baião disse...

a minha sala e a cozinha são um espaço comum e partilham 3 janelas por onde a luz entra sem pedir licença! é uma maravilha! de inverno, o sol entra e aquece o ambiente até cerca das 13h, agora de verão o sol bate até cerca das 11.30h... é excelente!
a luz natural que me invade a casa, é como que um toque de energia toadas as manhãs... não prescindo dela!
beijinhos da costa alentejana, Xana

Débora disse...

já escrevi sobre isso tanta vez! sou tão fã de casas luminosas!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...