quarta-feira, 28 de março de 2012

malhas

Dou muito valor ao que é tricotado à mão e com bom gosto. Pessoas muito talentosas que vou seguindo, como a Sandra, são bons exemplos que gostava de seguir com mais afinco. A minha avó materna era a tricotadeira mais rápida do Oeste e a minha mãe às vezes aventura-se e também não se sai nada mal.











As minhas prioridades têm sido necessariamente outras nas últimas semanas e, entretanto, os dias começaram a ficar tão quentes que já não apetece tanto trabalhar com lãs e linhas. Consta que na sexta-feira regressa a chuva e acampa por cá durante o fim-de-semana. No fundo, nem acredito mas estou a torcer por isso!

10 comentários:

Alexandra Baião disse...

a minha avó era uma fada-fazedora-de-malhas! chamei-lhe assim muitas fezes... tenho pena de não ter aprendido mais com ela (a fazer meias, por exemplo!) mas aprendi o básico e agora, com a ajuda da minha mãe (que aprendeu tudo com a fada que era a mãe dela) voltei a descobrir uma coisa que não me lembrava de gostar! desde setembro (mais ou menos!) já fiz um cachecol para o R, uma gola para mim, outras para as friorentas da família e mais um par de coisas!... descobri algo muito importante para mim... tricotar e "fazer malha" faz-me apaziguar a saudade que muitas vezes me assola e sinto-me mais perto da minha fada-fazedora-de-malhas!... obrigada por, com este post, me fazeres sentir bem! beijinhos da costa alentejana, Xana.

Guilhim disse...

Comecei hoje a fazer uma espécie de caneleiras porque vou daqui a uns diazitos para um país frescote! E até as luvas devem fazer falta... mas isso para mim já é "muito à frente"! Mantenho a minha: faz uns workshops para a malta! Pelo menos uma cliente tinhas!

R. disse...

Duas clientes :)

Nos entretantos: bem me parecia que um dia ainda te renderias (só um bocadinho, vá) ao tempo de inverno :) Venha o fim de semana, então!

Débora disse...

Ora aí está uma coisa que eu gostava de saber fazer! Mas sou demasiado perfeccionista e nunca consegui que os pontos ficassem uniformes... logo desisti sempre.
A minha mãe sabe, quem me dera ter aprendido mais com ela!

Nani disse...

Eu também torceria - porque me sabe bem estes dias mais frescos, quando o calor vem em força e, sem ser convidado - não fosse o fim de semana já marcado em sítio de praia e piscina!

As meias são lindas, mas isso é muito à frente para uma principiante como eu. ;)

ei! kumpel disse...

Entendo-te tão bem porque:

a) também dou muito valor a peças tricotadas à mão e de bom gosto

b) às vezes as pessoas perguntam-me como é que consigo viver em Inglaterra com um clima tão mau. O clima não é assim tão mau e a verdade é que consigo tricotar quase o ano todo! (uma pessoa arranja cada desculpa para se mentalizar das coisas... ai ai!)

margarida

Raquel Úria disse...

Sinto o mesmo Alexandra, "fazer malha" apazigua as saudades que tenho da minha avó! É um sentimento muito aconchegante.

Guilhim: só mesmo se eu organizar o workshop e tu vieres ensinar! Quer-me parecer que vais uns pontos valentes à minha frente na matéria! (quero ver essas caneleiras! Estás a fazer a 5 agulhas?!)

R.zinha: acabei de escrever isto e pensei "a R. vai adorar ver-me a pedir chuva", foi certinho!

Débora, vais sempre a tempo de passar um fim-de-semana de lãs em casa da mãe a matar saudades! E levas a tua aprendiz pequenina para enrolar os novelos... :)

Grande pontaria, Nani! Praia e piscina no fim-de-semana em que a chuva finalmente assenta arraiais! É castigo por não vires pequeno-almoçar connosco amanhã, só pode!

Margarida: adoro a desculpa! :) É mesmo uma questão de perspectiva, como dizes. Podemos escolher olhar para as desvantagens ou para as vantagens - se não mudamos nada com o pessimismo, mais vale aproveitar o que temos de bom! A melancolia do cinzento inglês tem o seu encanto. :)

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Que bonitos trabalhos! Gostei bastantes das cores que escolheste :)

Trabalho a 4 mãos disse...

A mim parece-me que tudo o que tentas consegues, por isso, mãos à obra.
Sílvia

Trabalho a 4 mãos disse...

Obrigada Raquel, pelo gesto tão simpático.
Assim que tiver um pouco de tempo (tenho tido muito trabalho), vou preparar um post só sobre meias, para desmistificar este assunto, porque é muito fácil.
Beijos
Sandra

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...