sábado, 1 de outubro de 2016

avançar no calendário


Hoje passamos dos meses com um dígito para os de dois. Aqueles três meses que chegam no final do ano e são repletos de coisas boas. Sempre gostei muito desta época, apesar de nos últimos quatro anos, a trabalhar num colégio, ter experimentado a outra face do interminável primeiro período escolar. Se não é o vosso caso, acreditem, para quem dá aulas ou lida diariamente com muitos miúdos, Outubro e Novembro parecem um túnel sem luz no fundo. Entre as coisas novas de Setembro (o choque do regresso às rotinas, do fim das férias e o matar das saudades) e as festas de Dezembro (mais os feríamos e as mil actividades extra) há este interminável deserto outonal.

Este ano volto a ter vida além da escola. Vai ser bom e espero que possa ser também contagiante. Conto também com a vossa boa influência desse lado. Olá Outubro, bem vindo!


Vêm aí os serões em casa, os jantares no forno com amigos à volta da mesa, a manta no sofá, as novas séries e novas temporadas, os novelos e a vontade de voltar a pegar na máquina de costura. Haja tempo. Por enquanto, vamos aproveitar mais uma semana de calor com um feriado de presente pelo meio. Como não agradecer?



7 comentários:

Guilhim disse...

Pois que daqui te envio todas as boas influências!! E estou desejosa para começar a ver aparecer as bolachinhas, os bolos e tudo mais que fazes e que só de ver já dá para babar!
(temos mesmo de levar as nossas combinações a bom porto! estou cheia de curiosidade sobre a nova vida!) ;)

Raquel disse...

Eu gosto muito, muito deste último trimestre do ano. É a época cozy. ♥ Este calor fora de época é que está a modos que a estragar o mood. Também não peço ventanias, frio e chuva, só peço temperaturas entre os 20º e os 25º. E fico à espera de todas as coisas boas que cozinhares. A esta hora, até me deu fome só de pensar...

Catarina disse...

Então mas a outra face do interminável primeiro período escolar não são as férias de natal?? lol

Raquel Úria disse...

Catarina, a interrupção lectiva de Natal, na prática, era uma folga de 4 dias úteis. Sabia bem, mas não chegava para recuperar de 3 meses e meio de criancinhas a gritar 8h por dia ou mais (no colégio, as aulas já começaram no início de Setembro). Estou mesmo feliz por ter saído!

Raquel Úria disse...

Sabes Raquel, acho que o tempo não tem estado muito diferente dos anos anteriores, nós é que nos esquecemos. Depois de muitos meses de verão, começa a apetecer que venha um friozinho (a mim nem por isso... Mas compreendo!) Beijinho!

Raquel Úria disse...

Obrigada @Guilhim , temos mesmo de combinar. Como está a tua agenda para a semana que vem?

Planeta Zorp disse...

olha como te percebo! desde que deixei de dar aulas (neste caso, não fico colocada ha ja dois anos, por isso!) que me parece muito melhor este período entre o verão e o Natal! afinal são mesmo uns excelentes meses!
agora que estou desempregada e tenho tempo para fazer coisas que me dão real prazer (e claro que faço outras que nem por isso me dão assim tanto!) tenho tentado levar mesmo a serio um eterno sonho meu: abrir uma livraria infantil! por cá não é fácil, mas ando a ver como posso dar a volta às adversidades que se me colocam!
entretanto, tenho escrito muitas historias para a miudagem... adoro! entre workshops e palestras sobre o livro infantil, vai ser um verono muito interessante!

aproveito para lançar um desafio a ti e à @Guilhim ... e que tal combinarem um café à beira mar aqui na costa alentejana? ainda vos fazia companhia!!! :)

beijinhos desta costa, Xana!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...