domingo, 1 de novembro de 2015

Merendeiras de batata doce






Este 1 de Novembro (que eu achava que era um dos feriados que se tinham mantido, só que não) teve a amabilidade de "calhar" num domingo. Se ainda fosse feriado e calhasse no dia de amanhã, teria assentado na perfeição - gosto particularmente de feriados à segunda-feira! 2016 será bissexto e o início de Novembro salta directamente para uma terça, mas se já não é feriado...

Há-de ser bom na mesma.

Apetecia-me muito que o dia aqui na cidade tivesse um bocadinho do sabor das memórias da minha infância. Neste dia havia um cheirinho bom a bolos e merendeiras pelo ar. Grupos de crianças percorriam as ruas. Em grande parte das casas, as merendeiras ou broas eram receitas caseiras feitas na véspera.

Baseei-me na receita da Maria em palco, adaptei-a muito ligeiramente aos gostos cá de casa (e aos ingredientes disponíveis), e foi assim:

Merendeiras de batata doce
1Kg de batatas doces (peso depois de descascadas)
500g de açúcar moreno
800g de farinha de trigo
3 ovos
1 colher de sopa de manteiga amolecida
sal q.b.
7 colheres de chá de fermento em pó
raspa de limão (ou 6 gotas de aroma natural de limão)
2 colheres de chá de canela
50g de passas (ensopadas em água 1h antes)
50g de pinhões

Cozi as batatas-doces em água com um pouco de sal (não tinha erva-doce em casa mas palpita-me que teriam ficado ainda mais saborosas com um bocadinho de erva-doce na água da cozedura). Escorri-as e esmaguei-as toscamente. Misturei-lhes todos os restantes ingredientes e amassei muito bem. Moldei as merendeiras e levei-as ao forno a 180ºC, pinceladas com água. Usei tabuleiros forrados com papel vegetal. Estão prontas quando já cresceram e começam a ficar coradas. Estes ingredientes dão para a quantidade de merendeiras que se vê nas primeiras fotografias (mais uma ou duas, que tirei logo para provar assim que saíram do forno!). São pouco doces. Podem congelar-se para guardar mas sabe muito melhor colocá-las em sacos bonitos e oferecê-las a quem gostamos. Ideais com um chá ao fim da tarde. Uma espécie de scones à portuguesa! 


4 comentários:

Joana disse...

Hum...que bom aspecto!!

Suanny Sampaio disse...

Olá querida Raquel!

Deu até água na boca,está com uma aparência maravilhosa.
Já anotei a receitinha e qualquer dia desses irei fazer para experimentar.
http://feitoas-sim.blogspot.com.br/
Beijinhos

Ana disse...

Fiquei com vontade de provar estas merendeiras, adoro batata doce, e estas que fizeste estão lindas. Beijinhos

Raquel Úria disse...

É muuuito fácil! E como substituí o fermento de padeiro por fermento em pó foi ainda mais rápido e simples (só que acredito que não tão bom... não se pode ter sempre o melhor de dois mundos!). :)

Experimentem, sim, ficam muito boas e macias!
Beijinhos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...