segunda-feira, 23 de novembro de 2015

cortar bolachinhas como terapia



Tenho muitos cookie cutters (em português chamar-se-ão qualquer coisa como "formas de corte para bolachas" - o que lhes chamam?) com as mais variadas formas e tamanhos. No entanto, nem por isso faço deste tipo de biscoitos tantas vezes como gostaria. Essa é provavelmente a razão pela qual, quando finalmente me decido a fazê-los, não me fico nunca por menos de 6 ou 7 tabuleiros e passo horas a cortar massa e a abrir e fechar o forno. É impensável fazer-se isto em dias de calor e é sempre cansativo, mas no Inverno compensa porque a casa fica toda aquecida e a cheirar a bolos. As temperaturas desde ontem já pedem forno e estas novas formas por experimentar são mesmo convidativas mas, até ao Natal, pelo menos, tenho o tempo mais contadinho que nunca e sem previsão de quando conseguirei aventurar-me numa empreitada assim. Para já, vou sonhando com o dia. Faz-me tão bem! Encontram uma receita aqui. Não se esqueçam de deixar a massa repousar cerca de 20 minutos no frigorífico, enrolada em película aderente, antes de a estenderem para cortar. Boa aventura!

2 comentários:

Joana disse...

Cá em casa também adoramos fazer bolachinhas e é sem dúvida, no tempo frio que mais apetecem. :) Beijinho

sarafalcoeiras disse...

estou a planear começar por estes dias a fazer massa e congelar para ter à mão quando for preciso :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...