terça-feira, 27 de janeiro de 2015

o melhor creme de couve-flor que já provaram



Gosto muito de sopas mas raramente como. Só me sabem bem se forem feitas por mim, pela minha mãe ou, muito pontualmente, por alguém em quem confie. Não me perguntem porquê, são mesmo manias. Sei que devia fazer mais vezes em casa mas tenho um comensal que não é grande apreciador de comida saudável e as únicas sopas de que gosta mesmo são as que levam natas, farinha, caldos ou molhos estranhos.

Hoje encontrei uma receita saudável e apetitosa que me pareceu capaz de o conquistar e arrisquei. Estava certa. Saiu um creme de couve-flor delicioso - mais uma vez a provar que ideias encontradas através do Pinterest não têm necessariamente de correr mal.

A receita é do life could be a dream, adaptei-a, e vai assim:

Creme de couve-flor
1 couve-flor
2 a 3 alhos franceses (sem as folhas verdes, claro)
2 dentes de alho
2 colheres de sopa de azeite
1/2 copo de vinho do Porto (na receita original, vinho Marsala)
2 canecas grandes de caldo de galinha
1 caneca grande de leite
pimenta e sal q.b.

Lavei e cortei a couve-flor em pedaços pequenos que levei ao forno a temperatura alta, até começar a tostar (cerca de 10 a 15 minutos), sobre papel vegetal e ligeiramente polvilhada com sal do mar grosso e pimenta preta moída.

Num tacho anti-aderente coloquei o azeite e os alhos franceses laminados. Deixei caramelizar, juntei os dentes de alho picados e o vinho do porto. Deixei reduzir para evaporar o álcool e continuei a caramelizar mais um par de minutos. Se quiserem, este é o momento de separarem um bocadinho deste preparado para, no final, guarnecerem o prato. Juntei ao alho francês o caldo de galinha, o leite e a couve-flor. Deixei a couve amaciar uns minutos e depois triturei. Devem provar e temperar a gosto (eu não precisei de acrescentar nada!). Servir e guarnecer como preferirem. É tããão boa!

Individuais feitos pela Val!


6 comentários:

Catarina disse...

Ora aí está uma coisa que raramente falta lá em casa, a propósito de outro post teu... Sopinha! :) Gosto de todas menos de feijão verde:)

Raquel Úria disse...

Eu não gosto de caldo-verde e dispenso canja de galinha, mas gosto muito de sopa de feijão verde (e de todos os feijões em geral!).

Catarina, experimenta esta de couve-flor, a sério, é óptima! E nem leva batata!

manuela carvalho disse...

Olá Raquel! Parece ser uma receita deliciosa, acho que vou experimentar:):) Manuela

Cláudia disse...

Que bom aspecto Raquel, nunca comi sopa de couve flor!

Catarina disse...

Confesso que não me sinto tentada a experimentar porque está um bocadinho longe da minha ideia de sopa... hmmm alhos franceses caramelizados e leite numa sopa... não me soa muito bem! O que não quer dizer que não seja boa! LOL

Raquel Úria disse...

Não é sopa, é creme! ;)

E caramelizados é só um nome "técnico", tem muito pouco a ver com caramelo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...