domingo, 2 de dezembro de 2012

1 de Dezembro


DSCF8463

DSCF8462

DSCF8465

Encontrar uma árvore natural com raíz provou-se uma tarefa mais difícil do que eu esperava. Passaram vários anos desde a última vez que tivemos uma em casa pelo Natal e acho que antes era bem mais simples. Desta vez foi precisa alguma persistência. Mas (na quarta tentativa) encontrei uma bonita. Não é muito alta nem muito larga e é rodondinha e equilibrada como eu gosto (nestas fotos tinha acabado de a desamarrar e os ramos ainda estava subidos). A árvore cheira tão bem! É mesmo daquela madeira aromática, boa para queimar em lareiras dentro de casa. Se continuarmos muito mais tempo nesta casa, vou começar a pensar seriamente em encontrar uma salamandra para a nossa sala!

4 comentários:

Bombom disse...

Que saudades da Árvore de Natal a sério, dos tempos em que os meus filhos eram pequenos!...Íamos apanhá-la à Serra de Sintra ou à Tapada das Mercês que nos ficava mais perto de casa nessa altura. Realmente, só o cheirinho era um consolo! Hoje eles já são grandes (já tenho 2 netinhos)e estão longe de nós. A idade venceu-nos e a Árvore é hoje...artificial. Ainda a não fiz, só para a semana. Vai ficar linda de certeza, para a chegada deles, que vêem de Inglaterra!
Falavas em salamandra? Acho que fazes bem pois aquece a casa toda, mas vê se tens espaço para a lenha.
Tem em conta que os modelos pequenos também aquecem muito e não compres das muito pesadas. (Nós já tivémos 2, por isso falo com experiência). Se pensas mudar de casa em breve, talvez não valha a pena comprares agora.Bjs. Bombom

Chinesinha Limão disse...

E como eu me derreto com um narizinho curioso!❤

Nani disse...

ahah. Esta do gato está maravilhosa.
Também optaria pela árvore com raíz se tivesse onde a pôr a seguir. Bonita essa.

Raquel Úria disse...

Obrigada Bombom, vou ter em conta os conselhos de quem sabe.

:)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...