quinta-feira, 17 de maio de 2012

dias na cidade grande

Hoje, ao cair do dia, estavam duas senhoras no Largo da Graça a vender ramos de flores silvestres por um euro e meio. Percebia-se que tinham sido colhidas há algumas horas. As papoilas já não passavam de uma miragem de pétalas vermelhas murchas mas, mesmo assim, gostei tanto de ali passar! Coisas como senhoras a vender flores do campo na calçada, o amolador de facas que ainda aqui passa de bicicleta a tocar a sua flauta de pã ou os senhores da pastelaria que nos tratam como se fossemos da família, são as respostas que devia dar sempre que me perguntam porque é que moramos no Bairro da Graça.

10 comentários:

Nani disse...

Diz que foi dia da espiga.

Ana disse...

Também adoro este dia, todos os anos.

Só me lembro dele porque também moro na Graça e também me cruzo, anualmente, com estas senhoras.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Dia_da_espiga

R. disse...

So sweet!!!

Raquel Úria disse...

E eu que até fiz a secundária na Marinha Grande devia ter-me lembrado que era quinta-feira e provavelmente seria o Dia da Espiga - lá é feriado municipal e as pessoas tradicionalmente fazem piqueniques no pinhal. :)

Raquel Úria disse...

(Obrigada Nani e Ana pela lembrança!)

PINTA ROXA disse...

Olha pois eu não vi ninguem este ano a vender a "espiga" nem sequer me lembrei, só agora que vi o teu poste...
bom final de semana

Anónimo disse...

A familia do meu pai é da marinha grande.


adoro flores, mas a alergia não permite te-las em casa.

erva doce

Trabalho a 4 mãos disse...

Tu não me digas que hoje é dia da espiga?!? Lembrava-me que existia este dia mas não sabia qual o dia em que se comemorava.:)
Sílvia

Raquel Úria disse...

Foi ontem, Sílvia! É sempre numa quinta-feira. Para o ano ficamos atentas. **

Tina Oliveira disse...

eu vi várias pessoas na rua a passear com o seu ramo. (raquel)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...