domingo, 29 de abril de 2012

Pinhal do Rei

 O tal que Dom Dinis mandou plantar.





O verde das folhas contra o azul do céu. Flores de cores vivas. Um chão de caruma. Os troncos retorcidos pelo vento. O som do mar. O cheiro a terra molhada.



Infelizmente, algumas destas plantas são invasoras pouco inocentes. Mas essa é outra história, menos cor-de-rosa.

8 comentários:

R. disse...

ADORO!

Nani disse...

O cheiro da terra molhada é uma de muitas coisas que me faz lembrar a minha infância. As quintas dos meus pais, a casa do avô no Minho. Ah pois, que eu sou descendente de gente da terra. ;) Saudades pá. E de ti também.

Ana Nunes disse...

:)

Trabalho a 4 mãos disse...

Eu gosto bastante delas, lembra-me a praia e o verão. Por aqui, no interior, só se vêem em alguns jardins.
Sandra

ei! kumpel disse...

hum cheiro a terra molhada num pinhal... que memória maravilhosa!

Beijinhos,
margarida

Trabalho a 4 mãos disse...

Do melhor! Até esse bálsamo me parece maravilhoso. O verde dos pinheiros a contrastar com o azul do céu é sem dúvida das visões que mais me enche os olhos, literalmente. Até os abro mais para ter mais espaço e trazer mais para casa.
Sílvia

sara disse...

Ó pá!! Também queria!!!!

Raquel Úria disse...

Há lá pinhal, céu e mar que chegue para todas! ;)
beijinhos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...