terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

made in Portugal


Lã nacional com que dá mesmo gosto trabalhar! Há várias composições diferentes mas todas muito boas para o crochet: 30% lã + 70% algodão de fibra longa; 90% algodão penteado de fibra longa + 10% caxemira; 85% acrílico + 15% poliamida... dependendo do que se pretende, todas são macias, maravilhosas e em cores vibrantes. Encontrei-as acidentalmente mas passaram a ser as minhas preferidas de há uns anos para cá. As outras vão e vêm mas estas são sempre as que ficam. A Rosários 4 é uma marca portuguesa que vem de pertinho das Grutas de Mira D'Aire, um sítio muito turístico mas que nem todos os portugueses conhecem. E deviam!


8 comentários:

Débora disse...

A minha manta e a da Matilde são feitas com esta lã! Não são é nada baratas, só a da Matilde, em lãs, ficou à volta de 50€, imagina a grande!

Anónimo disse...

Ontem, revia o video da miha esperança portugal.E vi ,a tua cara metade, a desenhar como gente grande.


Uma casa cheia de talentos, foi o que pensei....

Raquel Úria disse...

Débora: tenho-as conseguido comprar quase sempre em promoção! (mas até as acho muito acessíveis se compararmos com outras lãs de boa qualidade importadas, não?) É que perder horas, semanas ou meses a fazer alguma coisa com as nossas próprias mãos para depois ser desconfortável, arranhar a pele, ficar com borboto ou electricidade estática... parece-me um absurdo!

Obrigada, Anónimo (erva doce?!). Ele desenha bem, sim. Eu nem por isso!

Anónimo disse...

sim foi eu. Tu tens outros talentos( cozinha, croche etc) ;-)

erva doce

Raquel Úria disse...

Ah, Débora, mas esta almofada ( http://ervacidreira.blogspot.com/2012/02/cara-ou-coroa.html ) foi feita com lã miltons a 90 cêntimos o novelo e as cores também são giras. Só que não se compara a qualidade nem é ideal para uma criança.

Ana Rute Oliveira Cavaco disse...

o que me desmoraliza (além da minha genuína falta de vontade) são precisamente os preços. nunca compensa... claro que não se compara ao valor de uma coisa feita por nós, mas quando me lembro que comprei uma fronha de almofada , toda forrada a tecido por dentro e com fecho por 3,99€, a pouca vontade que tinha, foi-se.

Nani disse...

Eu hoje comprei da Brancal, também portuguesa(70% acrilica e 30% lã). Gosto muito desta porque é antialérgica e para o trabalho que é dá perfeitamente. Custou à volta de 1€ em promoção. Mas para a manta laranja (100% lã) que é para ir fazendo, o novelo custa 6,50€ (e nem faço as contas, vou comprando quando posso!)

Raquel Úria disse...

O fraco poder de compra dos portugueses em geral e a imensa oferta que existe de produtos de qualidade duvidosa mas a preços da chuva não me desincentivam de fazer as minhas próprias almofadas ou mantas mas desincentivam-me totalmente de algum dia pensar sequer em vender coisas feitas por mim. Pessoalmente, prefiro não ter do que ter sabendo que alguma coisa veio da R.P. da China, da Tailândia, do Vietname, da Indonésia e por aí em diante. Claro que não conseguimos ter esse nível de controlo sobre tudo o que compramos, isso é outra história. A rastreabilidade, na prática, nem sempre é clara. Mas nas escolhas que posso fazer informada, se tiver limitação financeira, prefiro não comprar de todo ou comprar em menor quantidade e saber que foi produzido sob alguma exigência em termos de respeito por legislação ambiental, direitos humanos, não utilização de substancias tóxicas, HST...

Mas é complexo. Não tarda, por este andar, estamos ao nível da China em termos de direitos laborais...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...