domingo, 6 de março de 2011

corte & costura

No mês passado comprei o livro "The Perfect Handmade Bag" (tem uma capa feia mas vale muito a pena: tem boas ideias, bom gosto e malas/sacos giras/os).

Esta tarde acabei um saco que tinha começado e agora ando a pensar para que o hei-de usar. Devia ser ao contrário, eu sei. Mas ainda estou na fase inicial: praticar. Na verdade, não faço planos antecipados porque ainda me espanto quando no final as coisas correm relativamente bem e obtenho o que planeei. Sabe tão bem!



14 comentários:

Anónimo disse...

uma frustração minha....é não saber costurar... e não ter quem ensine...parabens pelo talento

Raquel Úria disse...

Mas é muito fácil, a sério. Não aconselho ninguém a ir comprar uma máquina de costura por impulso (porque custam algum dinheiro, ocupam espaço, e depois se não se gostar tanto como se esperava são um desperdício) mas, porque não experimentar coser umas coisinhas simples na máquina de alguém conhecido? Só para experimentar, pelo menos. Aprendi sozinha na máquina de costura da minha mãe, é possível (e não é difícil). Um beijinho, nada de frustrações e, se eu puder ajudar...

Débora disse...

Há que tempos que ando a namorar esse livro, acreditas? :)
(eu sei, pareço uma copiona, lol, mas juro que é verdade!)

Eu também tenho aprendido sozinha... leio e releio tutoriais, peço alguns conselhos à minha mãe... mas o que ensina mesmo é fazer, errar, fazer de novo. É mesmo o "try again, fail again, fail better". A primeira vez que experimentei costurar foi na máquina da minha mãe (uma singer profissional das antigas) e foi horrível. Depois investi numa para mim e dei-me muito bem com ela, sobretudo porque tem várias velocidades, o que, para quem não sabe, é importante :)

Débora disse...

Ah! Tanta conversa e nem elogiei a mala :) Está muito bonita! Esse tecido é do IKEA n é? Eu tenho o padrão pequeno mas esse grande é óptimo para coisas maiores como malas!

(a sensação de virar as coisas para o direito e ter um primeiro vislumbre do trabalho quase pronto é indescritível não é? tenho descoberto essa sensação e é u friozinho na barriga!)

Raquel Úria disse...

Comprei o livro na fnac, Débora. Não é caro. Eu gosto de folhear os livros antes de os comprar, por isso é que não sou muito adepta da amazon e afins. My bad, eu sei.

Sim, o tecido é ikea, já tinha visto o outro nas tuas bolsinhas para lenços.

Tens razão, é uma sensação tão boa quando viramos do avesso para o direito e temos o primeiro vislumbre do que estamos a "criar".

Débora disse...

Sim, foi lá que o vi, já há bastante tempo. Entretanto quando fui para o comprar (quando o Bruno foi para o mundial e eu estive no Porto umas semanas) não havia, só cá em baixo. Entretanto acabei por não o ir comprar.

E também gostei precisamente porque o folheei e vi que tinha projectos giros :)

puPupiTu disse...

ai! ai! ai! ai! ai!
este post e estes comentários são uma tortura para mim. eu, viciada em malas, livros e tecidos me confesso!
só ainda não estou viciada na costura. falta de coragem e de estímulo :).
Débora, se calhar temos que fazer umas sessões tipo "Tardes na Costura" ;)

(falei na Débora pela proximidade, mas podemos juntar um grupinho ;))

puPupiTu disse...

* "Tardes no Corte e Costura", mesmo ;)

sílvia vermelhomorango disse...

Parabéns está mesmo muito bonita! adorei a conjugação do tecido azul com bolinhas. Agora vai passear com ele pela rua...as pessoas vão gostar de o ver!

Raquel Úria disse...

:)
Meninas, é marcarem que eu alinho.

Débora disse...

Agora que o susto já passou: eu também alinho!!

Raquel, acho que já nos cruzámos no casamento da Selma, mas não me recordo. Pelo menos o Sami, sei que estava lá. De qualquer forma, gostava de um dia te conhecer pessoalmente :)

Raquel Úria disse...

:)

m disse...

então fazes uma mantinha colocas lá dentro e um livro e ruma até ao jardim que a primavera está a chegar!

nota: as tuas comidas têm um aspecto delicioso!

Raquel Úria disse...

:)

Estou mesmo a precisar de Primavera.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...