quarta-feira, 17 de setembro de 2014

tempo, sempre o tempo




Mais do que pela meteorologia ou pelo calendário, posso ter alguma certeza de que o verão está a terminar e o outono a instalar-se quando volto a sentir uma vontade irreprimível de ir buscar as lãs e quando passo a semana a ansiar por tempo livre para pegar nos tecidos que tenho em casa. Mais ideias do que tempo, as usual

Preciso mesmo de continuar a trabalhar a noção de tempo na minha vida. Quero sempre fazer tão mais do que consigo! Escusam de olhar para o lado e assobiar para disfarçar que eu sei bem que não estou sozinha nisto...



8 comentários:

Catarina disse...

Não estás mesmo Raquel!! Aqui passa-se o mesmo!!!
Que tecidos lindos!! Tenho imensos que o meu irmão mje trouxe de uma loja fantástica na Bélgica e ainda não lhes peguei!! Mas com toda a certeza com o chegar dos dias mais cinzentos e frios a vontade de lhes pegar vai chegar!!
Beijinhos

Lulu walkingonsunshine disse...

Olá Raquel :)
Também sofro do mesmo ,desejando que a semana passe para criar no tempo livre .
Tempo para fazer o que nos faz feliz ,faz nos falta ....
Amanha já é sexta ...yupiiiii
bjs
Lulu

Raquel Úria disse...


Catarina e Lulu: quem aprender primeiro o truque para lidar com esta gestão apertada do tempo, vem contar às outras. Combinado? ;)

Catarina disse...

Por mim mais que combinado.
Eu bem tento gerir bem o meu tempo, mas a minha ansiedade e a minha vontade de querer fazer mil e uma coisas nem sempre me deixa.
Na minha opinião levantar cedo e reservar um tempinho antes de ir para o trabalho rende imenso. Mas confesso que nem sempre consigo.
O yoga tem me ajudado muito o controlo da ansiedade, mas o meu caminho ainda é longo.
Fico à espera das vossas dicas.
Beijinho às duas.

Val disse...

Raquel, ainda ontem falava sobre isso com o meu marido. Desde Agosto que estou em meses sabáticos e ainda não consegui sequer iniciar nenhum dos cursos que pretendo fazer. Há sempre alguma coisa que surge, as datas que são incompatíveis, os cursos cheios, e todos os dias tenho coisas e coisas para fazer. Lembro-me de há muitos anos, quando o meu sogro se reformou, de dizer que trabalhava mais e era mais solicitado agora que estava na reforma, do que quando era bancário. Agora comprovo isto! Parece que quando nos vêm sem ir ao escritório todos os dias, entao não temos o que fazer, toca a nos dar trabalho. O tempo passa muito rápido, e acho que não é um problema de organição e sim de solicitações! Beijinho!

Ana Nunes disse...

que tecidos lindos!!! :)

iwantobakefree disse...

Sem dúvida estou na mesma situação...ideias tenho imensas e pouco tempo para concretizar. E esses tecidos lindos são para que projecto?

Raquel Úria disse...

Nem imagino, Val. Há sempre aquela ideia de que estar em casa é ter tempo para se fazer TUDO o que sempre se quis mas até as férias nos mostram que não é bem assim. O tempo parece fintar-nos na mesma!

iwantobakefree: Mil coisas diferentes! Este fim de semana fiz fitas para andar com o porta-chaves ao pescoço (encomenda de uma colega) e babetes para bebés de alguns amigos, uma almofada lá para casa... mas ainda sobram muitos retalhos. :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...